Notícias Fecomercio

10 de outubro de 2018

Inflação sobe mais para classes de renda mais alta, aponta Ipea


Para a baixa renda, alimentos e habitação foram os grupos que mais pesaram

A inflação subiu mais para as classes de renda mais altas no mês passado e no acumulado em 12 meses até setembro, de acordo com a pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgada nesta quarta-feira (10), com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na classe considerada de renda alta, a inflação percebida foi de 0,53% no mês, acumulando variação de 4,85% em 12 meses. Os porcentuais recuam quanto menor a faixa de renda, chegando a 2,99% no mês e 3,39% em 12 meses para a classe muito baixa.

Para a alta renda, pesam mais as altas nos preços de transportes, especialmente os combustíveis e passagem aérea. As classes de menor poder aquisitivo sentem mais alta dos preços nos alimentos e em habitação.

 

Voltar para Notícias